Indicadores: Você não pode viver sem!

Em uma empresa - qualquer que seja o seu porte mas vamos aqui como de costume focar nas PME's (Pequenas e Médias Empresas) - em qualquer projeto, principalmente os de negócios, medir o que está sendo executado para comparar com o que fora planejado, diria que é fundamental, como bem deixou registrado pra posteridade o escritor, professor e consultor austríaco Peter F. Drucker (1909 - 2005), considerado o pai da administração moderna:  “Se você não pode medir, não pode gerenciar”.

E para medir, precisamos nos utilizar das métricas, que são importantes para a realização do monitoramento do desempenho de um produto, serviço ou plataforma digital.

A sua correta utilização torna mais seguro o acesso aos dados e aos resultados gerenciais da corporação como um todo.



“Se você não pode medir, não pode gerenciar” Peter F. Drucker

Até mesmo um grupo de trabalho que atua com vendas online ou uma cooperativa pode se beneficiar dessa ferramenta, além das tradicionais empresas e marcas de mercado. Geralmente, contar com essas ferramentas de análise de dados é importante para acompanhar e melhorar práticas para o aprimoramento do desempenho do negócio.


O que são as métricas?

Basicamente métricas são maneiras de mensurar resultados.

As métricas fazem parte de um processo de medição aplicado sobre um conjunto de dados que podem ser analisados, avaliados, quantificados e utilizados para compreender resultados e objetivos traçados de uma empresa, um produto, pessoal ou de uma marca.

Em outros conceitos, também são fontes de informação que apresentam pontos estatísticos, parâmetros analíticos e quantitativos relacionados a eventos e planos que podem ser aprimorados ou fortalecidos.

As métricas nos auxiliam na medição de indicadores de vários tipos, por exemplo:

  • Indicadores de lucratividade.

  • Indicadores de rentabilidade.

  • Indicadores de performance.

  • Indicadores de competitividade.

  • Indicadores de valor.

Como usar?

Normalmente, não há limitação para a utilização das métricas. Elas podem ser usadas para acompanhar e melhorar um determinado indicador que tenha sido criado, normalmente nos processos rotineiros em uma organização, por exemplo, e também para melhorar o nível de aceitação de um produto ou serviço em determinado mercado inicial ou consolidado.

Até mesmo no mundo digital, hoje muito utilizado pelo pequeno empreendedor, no caso do marketing digital e do conteúdo na internet, por exemplo, pode ser muito usada também para verificar alguns itens como a taxa de rejeição de uma página de oferta de serviços, a quantidade de curtidas e consequentes engajamentos ou de compartilhamentos em mídias sociais e quantas vezes uma imagem foi acessada.

O uso é amplo e deve ser adequado para cada empresa, em cada cenário (político, cambial, etc), para cada produto e sucessivamente. De modo algum uma métrica de uma empresa que esteja sendo utilizada como espelho, ainda que do mesmo ramo, mesmo produto ou serviço, deve ser simplesmente copiada. Isso é um erro grave.

A cópia pode, e muito provavelmente fará, a empresa seguir - e pode seguir até veloz - para o rumo errado, contrário ao seu objetivo, aos seus recursos, aos seus interesses.




Acompanhando os dados

É essencial que a empresa e seus gestores saibam acompanhar os dados de forma quantitativa e qualitativa. Esses dados em processo de avaliação ajudam a mensurar informações e medir números que podem fazer a diferença num projeto mais analítico.



Benefícios

Permitir mensurar e medir ajuda bastante ao empresário, da pequena ou média empresa, e até ao investidor, compreender os pontos de perdas e de ganhos que a empresa ou produto estão atingindo no mercado.

Isso gera mais segurança a respeito das informações geradas pela empresa, pelo cliente, pelo público em geral e pelo mercado.

Evita que o empreendedor seja obrigado a tomar decisões de forma intuitiva e pouco orientada.



Economia ou desperdício

A mensuração e o acompanhamento de dados e de resultados ajuda bastante a identificar o valor do seu negócio e como o cliente enxerga esse valor.

Com o acompanhamento das métricas, é possível aos gestores e empreendedores, tomar ações de maneira mais imediata, tão logo seja detectada uma anomalia. Deste modo, em caso seja verificado uma flutuação negativa que esteja causando perdas ou prejuízos, deve-se buscar ações sólidas que revertam o cenário o mais breve. Já em um cenário onde esteja claro que as coisas esteja "boas", deve buscar maneiras de manter o cenário positivo, buscar entender os riscos que podem vir a enfrentar e então continuar em flutuação positiva.

Normalmente, quando o empreendedor investe ideia, tempo e dinheiro ele quer e precisa saber, em qual ponto ou mercado ele poderá obter retorno.



O cuidado ao criar métricas

Usar os dados certos e saber interpretá-los é importante para orientar o empreendedor, o gestor e seus colaboradores.

A avaliação dos dados ajuda a melhorar a compreensão das campanhas de comunicação, das estratégias de marketing, dos planos de negócio e de qualquer outra área passível de avaliação.

Então é preciso ser criterioso no momento do planejamento, envolvendo pessoas com experiência com conhecimento do negócio, experiência em definição de métricas e ferramentas que avaliem o ambiente interno e externo para criar um indicador que traga de fato, resultados positivos de acordo com seu objetivo e missão.





Conclusão

Sabemos que informação é poder, e informação tem que ser precisa e possível de ser bem interpretada para poder gerar uma força a mais para um negócio bem planejado, bem orientado, bem monitorado e consolidado.

Geralmente, não existem limites para a utilização das métricas como ferramenta de organização e avaliação de informações e dados.

Se você tem alguma experiência de sucesso ou até mesmo uma experiência que queira compartilhar, escreva nos comentários para enriquecermos este artigo. __________________________________ Agradeço por sua leitura, na expectativa de que este texto, possa te inspirar ou te ajudar de alguma maneira em sua vida profissional. "Eu produzo estes artigos com um objetivo: ajudar você a ser um profissional melhor e mais capaz do que pensa que é!”. Compartilhe e deixe seu comentário.  Seu feedback é importante para que eu possa produzir mais artigos e, espero eu, cada vez melhores. ___________________________________ Este artigo foi publicado originalmente em www.claudioeden.com Cláudio Éden é de coração apaixonado por Planejamento e Processos, porém por formação acadêmica, Gestor de TI e Analista de Desenvolvimento de Sistemas, com especialização em Gestão de Projetos, áreas que também tem   Espero com este texto estar colaborando para que você possa alcançar resultados extraordinários em sua vida. TAGS: #metrica #indicadores #melhoriacontinua #kpi #okr #planejamentoestrategico #pme #pequenasemediasempresas #lean #estrategiaempresarial #planejamento #kaizen #metas

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

 

 

©2020 por Claudio Eden Consultor Empresarial.

  • LinkedIn Cláudio Éden
  • Facebook Cláudio Éden
  • Twitter - Cláudio Éden
  • YouTube
  • Instagram
Fale Conosco